biblioteca
biblioteca

Biblioteca Ruy Carlos Ostermann #4 – Os livros de Tati Mantovani

Se você acompanha a Champions League e/ou o campeonato espanhol, a La Liga, já deve ter ouvido falar em Tatiana Mantovani, repórter e correspondente da TNT Sports (antigo Esporte Interativo). Sempre com seu banquinho, a “baixinha” já entrevistou Zidane, Marta, Simeone, Iniesta e acompanha o Real e o Atlético de Madrid de pertinho. 

O amor pelo futebol vem de berço. O pai foi fundador da Associação Carlos Barbosa de Futsal – ACBF, o que fez Tati acompanhar de perto seu time de coração. Quando entrou na faculdade de jornalismo na PUCRS, chegou a pensar que não trabalharia com esporte para não estragar a paixão. Ainda no Brasil, foi produtora de jornalismo geral de 2004 a 2009 na Rádio Gaúcha.

Foi na Espanha, em 2011, que Tati percebeu que trabalhar com o que ama pode ser uma boa ideia. Lá, fez três pós-graduações em gestão e marketing e criou o blog Fúria, em que escrevia sobre os dois grandes times de Madrid. Virou referência e ingressou no Esporte Interativo em 2016.

O lugar certo na hora certa. Mantovani esteve em Madrid no melhor momento da história do futebol madrilenho. Participou de três finais de Champions League, sendo a primeira entre os dois times pelos quais se apaixonou: Real Madrid e o Atlético de Madrid. 

Apesar da pouca altura, hoje Tati é uma das maiores referências quando se fala de futebol europeu. Encontrou seu lugar no mundo e virou inspiração para tantas mulheres que sonham em trabalhar com esporte. 

Sempre sorridente, aceitou gentilmente o convite para indicar três livros para nossa biblioteca. Três títulos que contam um pouco da história do futebol e que acompanharam a gaúcha até Madrid. 

Confira aqui três indicações de livros de Tati Mantovani!

Estrela Solitária – Ruy Castro

Fala, Tati! Um dos meus livros preferidos. A história do Garrincha contada pelo melhor biógrafo do Brasil. Ter a possibilidade de conhecer um dos grandes jogadores da história do futebol e a realidade daquela época. Estamos acostumados, pelo menos neste início de século 21, com jogadores superestrelas. A realidade dos anos 60, 70 era completamente diferente e o que imperava era o talento e só o talento. O livro repassa toda a vida do Garrincha e te leva a imaginar como teria sido a carreira dele se ele tivesse vivido no futebol de hoje. Talvez, ele não teria sido Garrincha. Vale muito a leitura.

El Fútbol a Sol y sombra – Eduardo Galeano

Fala, Tati! A visão do gênio Galeano de diferentes acontecimentos do futebol. Um livro leve, divertido e informativo. O jeito de narrar diferentes momentos da história do futebol, sempre com a visão do contexto daquele momento. Fácil e rápido de ler e reler. Aquele livro para você ir lendo pouco a pouco ou de uma vez só.

Febre de Bola – Nick Hornby
Fala, Tati! A realidade e o sofrimento do torcedor fanático. No caso de um torcedor do Arsenal dos anos 80 e 90. Pra mim, o melhor livro para entender a paixão de um torcedor pelo seu clube. A dor das derrotas e a euforia quase irracional das vitórias. Como o futebol pode afetar diretamente no dia a dia de quem não vive dele, mas vive ele. É um relato romantizado, mas ao mesmo tempo muito realista, do torcedor apaixonado. Leitura obrigatória para quem ama um clube.

Leia aqui as indicações de Roger Machado, Tino Marcos e Luciano Potter para nossa biblioteca!

Texto de Júlia Vargas.

compartilhe

Faça parte do nosso time

Preencha o formulário para que nossa equipe possa avaliar suas informações e entrar em contato.

Publique o seu artigo

Preencha o formulário para que nossa equipe possa entrar em contato e ajudar você a publicar seu artigo.