laterais do futebol
laterais do futebol

Os laterais e as diversas funções do jogo

Um dos momentos mais importantes da vida profissional da grande maioria das pessoas é a confecção de um currículo que o evidencie em relação aos demais. Neste sentido, é importante destacar aquilo que o caracteriza, pontuando as atribuições que já foram ou que poderão ser cumpridas a partir das suas particularidades.

No mundo do futebol não é diferente, porém por muito tempo acostumou-se a pensar nesta relação do ponto de vista das posições – ou cargos, se mantida a comparação com o mercado de trabalho – em detrimento das funções que cada situação demandaria.

Neste sentido, é importante salientar a diversidade de possibilidades que as posições podem oferecer levando em conta a filosofia e por conseguinte o modelo de jogo estabelecido pelo treinador à sua equipe.

Siga o Los Futebólicos em suas redes!

Tomemos como exemplo neste escrito uma classe cada vez mais notabilizada dentro do futebol atual, os laterais. O estereótipo no qual todos eles tinham que buscar a linha de fundo quase sempre com a intenção de cruzar vem se desfazendo justamente pelas diferentes necessidades que os times apresentaram com o tempo.

Trazendo para a prática, se tornou comum observar equipes utilizando um dos seus laterais como uma espécie de terceiro zagueiro em momentos de construção de ataque, visando gerar superioridade na saída de bola e ao mesmo tempo se proteger com mais um jogador atrás da linha em que o portador se situa, no caso de a posse ser interrompida. 

Tão frequente quanto é notar que em determinadas equipes o lateral se movimenta de maneira semelhante ao cavalo, peça de grande importância no xadrez. Partindo da sua posição natural na primeira linha de construção, o jogador se coloca em posições mais centrais, quase como um volante, ajudando na circulação da bola e possibilitando ao ponta o espaço na amplitude, buscando gerar o 1×1.

Um exemplo claro de jogador que se sai muito bem nas duas funções supracitadas é Filipe Luis, por sua capacidade de leitura dos espaços e encontrar jogadores livres com passes mais longos pelo chão. Além dele, pode-se destacar Fagner, que já proporcionou diferentes situações para as suas equipes, devido à sua adaptabilidade.

De forma oposta, também se faz necessário pontuar que há, em diferentes situações, a utilização dos laterais pelos lados do campo, seja posicionado na linha de ataque ou mesmo chegando ao espaço vindo de zonas mais recuadas. Ou seja, a ideia do lateral chegando ao fundo e sendo protagonista em cruzamentos permanece noutros cenários.

A ideia é justamente demonstrar a pluralidade de funções que cada posição, neste caso os laterais, podem desenvolver. Tudo isso vai depender das necessidades e dos conceitos de jogo que o treinador tem como preferência dentro do sistema e de forma mais complexa, no modelo de jogo.

Texto de Pedro Heitor do Los Futebólicos.

compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Faça parte do nosso time

Preencha o formulário para que nossa equipe possa avaliar suas informações e entrar em contato.

Publique o seu artigo

Preencha o formulário para que nossa equipe possa entrar em contato e ajudar você a publicar seu artigo.