imagem de jogador de futebol
imagem de jogador de futebol

A importância da gestão de imagem para jogadores de futebol

Muitas vezes associamos o sucesso do jogador de futebol a questões táticas e técnicas e esquecemos da importância da construção da sua marca pessoal ao longo do percurso. A verdade é que desde as categorias de base essa deveria ser uma questão importante para o plano de carreira do jogador. Afinal, as empresas costumam buscar atletas jovens para contar uma história de sucesso que traga credibilidade no futuro. Além disso, qualquer dano que tenha acontecido aos 15 anos, por exemplo, pode comprometer a imagem do jogador no longo prazo.

A importância da imagem

Nós sabemos que a carreira de um jogador de futebol é curta e breve. Por isso, é muito importante se preparar para o futuro e pensar de que forma a sua imagem pode contribuir para gerar novas fontes de renda durante a aposentadoria (o que, por sinal, começa muito cedo, por volta dos 35 anos). Segundo uma pesquisa da Sport Bild, 50% dos jogadores de futebol ao redor do mundo estão falidos quando terminam a carreira e 30% dos jogadores em atividade possuem dificuldades financeiras. Um número bastante assustador. Mas, se levarmos em conta o último levantamento da CBF, descobrimos que dos mais de 90 mil jogadores profissionais registrados no Brasil, 88% ganham salários de até 5 mil reais. Fica claro que, além das características físicas e das habilidades em campo, é preciso desenvolver a habilidade em agregar valor de marca para clubes e patrocinadores. 

Hoje em dia, com as redes sociais, os atletas possuem um canal direto de comunicação com o público. Nesse contexto, é preciso entender a importância de alinhar a criação de conteúdo com os objetivos do plano de carreira. Existem várias questões que devem ser respondidas: Este conteúdo agrega valor ao público? Está de acordo com os objetivos de carreira? Com os valores e propósitos do atleta? De que forma ele pretende ser visto pela mídia e torcedores? É preciso usar as redes sociais de forma benéfica já que, hoje, os clubes não olham apenas para os números de performance na hora de escolher um atleta.

Leia também no nosso site:

Biblioteca Ruy Carlos Ostermann #8 – Os livros de Bibiana Bolson

Conheça os executivos de futebol que trabalham na Série A do Brasileirão.

Uma base para a Base, por Felipe Kssesinski.

Os relatórios de prospecção de jogadores incluem também dados “emocionais”. Como esse atleta se comporta dentro e fora de campo? Ele respeita a equipe técnica e os outros jogadores? Todo tipo de comportamento é observado, afinal, a imagem do atleta pode refletir diretamente na imagem do clube, de forma positiva ou negativa. Não existe um passo a passo perfeito para a construção da imagem do jogador de futebol. Muitos fatores precisam ser analisados, desde o plano de carreira até a elaboração da marca pessoal.

Tudo isso precisa ter uma coerência com a personalidade do jogador para depois ser aplicado nas redes sociais, na comunicação com a imprensa e nos trabalhos de parcerias com marcas, fundações e/ou academias de futebol. Entretanto, é importante estar ciente da complexidade desse universo para evitar cair em possíveis armadilhas que prejudicam a carreira. Em uma profissão tão competitiva, onde apenas 1% se destaca, certamente uma imagem desfavorável será um obstáculo a mais na busca pelo sucesso.

Texto de Gabriela Matos.

compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Faça parte do nosso time

Preencha o formulário para que nossa equipe possa avaliar suas informações e entrar em contato.

Publique o seu artigo

Preencha o formulário para que nossa equipe possa entrar em contato e ajudar você a publicar seu artigo.