liderança
liderança

As habilidades atuais da liderança para engajamento de equipe

As organizações atualmente estão carentes por lideranças. O mundo moderno e os novos papeis dentro das empresas provocaram a quase eliminação das chefias tradicionais, rígidas, impessoais e opressivas, em oposição ao líder inspirador, adaptável, encorajador e acolhedor.

À medida que um grupo cresce, aumentam os desafios da sua liderança. Estudos demonstram que a partir de 150 pessoas, atingimos um limite biológico para o envolvimento interpessoal, uma linha de corte que precisa ser superada através de técnicas de gestão.

Um usuário de rede social, um cidadão de uma cidade ou país, um funcionário de uma corporação e um membro de um grande clube estão todos funcionalmente em um grande grupo. De um modo geral, a sociedade moderna consiste principalmente de grandes grupos. Tendemos a nos direcionar para grupos maiores por várias razões:

• Grupos maiores nos dão a impressão de segurança contra coisas que tememos.
• Cada pessoa é capaz de se especializar nas coisas que deseja e dar aos outros aquilo em que se especializa.
• Todos acumulam mais conhecimento compartilhado, o que significa uma redução no trabalho.

Em estruturas mais encorpadas, tendemos a nos associar com algumas pessoas desse grupo e manter muitos conhecidos. Líderes têm muito mais conexões, mas há o desafio de manter contato com todas elas.

Mas claro, independentemente do tamanho das equipes, os líderes devem refletir para os colaboradores valores que se alinham com o propósito da organização. Se eles não forem claros com isso, a organização mudará em direções diferentes. Na pior das hipóteses, torna-se um conflito entre grupos. Os seus subordinados diretos devem se identificar publicamente com esses valores para trabalharem com tranquilidade, alta performance e engajamento de todos.

Colaboradores engajados que se preocupam com seu trabalho e que estão comprometidos com suas organizações geralmente dão mais do que o exigido ou esperado. Eles querem sentir orgulho, satisfação, reconhecimento e apoio, mas, mais do que isso, querem acreditar que seu trabalho é importante e que está em sintonia com seus valores.

Leia mais no nosso site:

Gestão de Aprendizagem: as portas se abrem para quem quer aprender, por Gisele Kumpel.

Criando um cultura de inovação no futebol brasileiro, por Rodrigo Romano.

Então, quais os comportamentos dos líderes que afetam diretamente no engajamento das equipes?

O engajamento dos membros do time é “a conexão emocional positiva que um colaborador tem com suas funções e seu local de trabalho”. Mas mais do que simplesmente satisfação, o engajamento é acreditar nos objetivos, propósito e missão deste trabalho para executar as tarefas com excelência. E ter um time engajado passa diretamente pela credibilidade da gestão e liderança.

“Se não acreditarmos no mensageiro, não acreditaremos na mensagem” é o conceito principal da prática de liderança.

Líderes eficazes modelam suas equipes das seguintes maneiras:

Mostrar – e contar – à equipe que o trabalho deles é importante

Esteja você em uma equipe virtual, trabalhando remotamente ou gerenciando uma equipe presencial no ‘novo normal’ aprimore as conversas que vão além de “Obrigado pelo seu trabalho” e garanta:

  • Ser claro sobre os valores da organização e exponha onde os funcionários se encaixam no quadro geral
  • Falar sobre o significado do trabalho e como as contribuições de sua equipe são importantes para a estratégia geral da organização

Permitir que sua equipe se sinta mais capacitada e eficaz

Os funcionários podem ter dúvidas – e às vezes não temos respostas imediatamente, mas certifique-se de que você está incentivando e mantendo as linhas de comunicação abertas:

• Reserve um momento para perguntar e ouvir o ponto de vista deles – que perguntas eles têm?
• Peça feedback à sua equipe, positivos ou de desenvolvimento
• Dê à equipe escolhas sobre como fazer seu trabalho

Incentivar a inovação em sua equipe

Às vezes ser inovador é mais fácil falar do que fazer. Pode ser frustrante para os funcionários experimentar ou enfrentar novos desafios quando o local de trabalho parece incerto e os prazos estão se aproximando. Trabalhe no sentido de:

• Incentivar e recompensar os funcionários que tentam novas abordagens e assumem riscos, mesmo que isso signifique que o trabalho demore mais para ser executado
• Pergunte: “O que podemos aprender com essa situação?” quando as coisas não saem como planejado (e o que podemos aprender quando isso acontece?)
• Conversar com sua equipe sobre as possibilidades do futuro e como eles o imaginam

Incentivar o crescimento das pessoas

Hoje, com o cenário de negócios em rápida mudança, muitos funcionários estão assumindo novos desafios, mas muitos também podem se sentir deixados para trás. Certifique-se de que todos tenham a chance de crescimento:

• Ofereça oportunidades desafiadoras para os funcionários testarem novas habilidades
• Apoie as decisões que sua equipe toma sobre como eles fazem seu trabalho
• Defina metas, planos e marcos claros nos projetos para garantir a compreensão e a adesão

Ser um líder que inspira

Como dissemos acima, as equipes precisam acreditar no mensageiro. Certifique-se de que suas ações refletem suas intenções e:

  • Trate a todos com dignidade e respeito, igualmente
  • Cumpra suas promessas e compromissos
  • Busque maneiras criativas de celebrar conquistas

A liderança é um comportamento nato, porém, pode e deve ser desenvolvida e aprimorada através da experiência e da capacitação profissional. É um esforço contínuo que deve ser exercitado diariamente.

Texto de Antônio Dutra Junior.

compartilhe

Faça parte do nosso time

Preencha o formulário para que nossa equipe possa avaliar suas informações e entrar em contato.

Publique o seu artigo

Preencha o formulário para que nossa equipe possa entrar em contato e ajudar você a publicar seu artigo.