Saiba as responsabilidades de um médico do esporte

Saiba as responsabilidades de um médico do esporte

A medicina do exercício e do esporte, ao contrário do que muitos pensam, é uma especialidade antiga no Brasil. É recente, entretanto, o crescimento e a mudança das características desta especialidade médica para uma especialidade mais ampla.

No passado a medicina do exercício e do esporte funcionava como uma sub especialidade de outras áreas, por exemplo: o cardiologista que avaliava o coração do atleta, o ortopedista que operava o joelho de atletas ou o fisiologista que trabalhava com fisiologia do esporte. A partir da década de 2000, e em especial depois da criação de residência médica em medicina do exercício e do esporte em 2007, a medicina do esporte tornou-se uma especialidade mais abrangente.

Atualmente a especialidade contempla promoção de saúde através do exercício físico, tratamento e prevenção das complicações de doenças crônico-degenerativas através do exercício físico, otimização da performance esportiva e prevenção e manejo de lesões e complicações relacionadas à prática esportiva.

A formação abrangente do médico do exercício e do esporte é importante uma vez que os diversos aspectos de saúde e performance estão relacionados entre si. Desta forma um atleta ou esportista que tenha um cardiologista para cuidar de seu coração, um especialista em joelho para sua lesão de menisco, um especialista em coluna para sua lombalgia e um fisiologista para otimizar sua performance jamais será contemplado em sua totalidade. Além disso, muitas vezes estes especialistas não estão familiarizados com as peculiaridades do esporte suas implicações com as diversas condições de saúde.

Obviamente há casos em que o médico do esporte precisa encaminhar o paciente para outro especialista. Um atleta que apresenta doença cardíaca diagnosticada na avaliação pré-participação de algum esporte pode ser encaminhado para o cardiologista. Da mesma forma ao atleta que não responde bem ao tratamento clínico de alguma lesão esportiva pode ser indicada avaliação pelo cirurgião ortopedista.

O médico do esporte, portanto, pode ser definido como o gerenciador da saúde do atleta. Ele pode, dependendo de cada situação, conduzir o paciente por meios próprios ou referência a outros especialistas ou profissionais (ex: fisioterapeutas).

No caso de pacientes com doenças crônico-degenerativas, o médico do esporte atua complementando o tratamento através da indicação segura e efetiva do exercício físico. Um paciente diabético, por exemplo, continua o tratamento com o endocrinologista enquanto o médico do esporte orienta a realização do exercício de forma customizada, garantindo maior segurança e eficácia.

A medicina do exercício e do esporte é, portanto, uma especialidade muito rica e abrangente que pode trazer benefícios para qualquer pessoa, desde o doente crônico até o atleta de elite.

Fonte: jomansardo.com