Pia Sundhage: a esperança de um novo ciclo do futebol brasileiro

O Jogando Com Elas, em parceria com o Foot.Hub, está preparando para este mês de agosto uma série de perfis sobre personalidades ligadas ao futebol feminino. E claro que, neste novo recomeço da seleção brasileira na categoria, o nome não poderia ser outro: Pia Sundhage, treinadora sueca que assumiu o comando da equipe canarinho há poucos dias. 

Prometendo revolucionar a modalidade no país, a CBF apostou em Pia Sundhage para assumir o comando técnico da seleção brasileira de futebol feminino, no lugar do questionado Vadão. Considerada líder, otimista e entusiasta, a técnica multicampeã vem para colocar o Brasil no topo mundial. “Eu tenho respirado futebol nesses últimos dias. Esse é um grande passo pra mim e eu sinto muito orgulho”, disse a sueca durante sua apresentação. 

Campeã por onde passou, Sundhage foi ganhar papel de destaque no cenário do futebol feminino em 2008, ao chegar para comandar os Estados Unidos. Em meio a um ambiente conturbado, ela conquistou rapidamente as jogadoras e com o grupo alcançou os principais títulos e prêmios de sua carreira. Além de dois ouros em Jogos Olímpicos (2008 e 2012), um 2º lugar na Copa do Mundo de 2011, duas conquistas no Torneio das Quatro Nações (2008 e 2011), e três Algarve Cup (2008, 2010, 2011), também foi eleita a melhor treinadora do Mundo em 2012. 

Após deixar a seleção americana, voltou para seu país para se dedicar as seleções de base, onde trabalhou até aceitar o convite para treinar o Brasil. Agora, chega para comandar e impor a sua metodologia de trabalho na seleção brasileira em um momento extremamente oportuno e de um resgate de identificação da categoria, que envolve a entidade, jogadoras e a torcida.  

Segura e convicta, além de todo o carisma e empolgação com a oportunidade, Pia terá, a partir de agora, após um conturbado passado-recente da seleção brasileira, um grande desafio para colocar em prática todo seu talento adquirido ao longo dos últimos anos, em busca de títulos inéditos ainda para o Brasil, como Olimpíada e Copa do Mundo. 

A estreia da nova treinadora da seleção brasileira, muito aclamada pelo torcedor, já tem data para acontecer: será no próximo dia 29, no clássico contra a Argentina, em partida que marcará o início do Torneio Internacional de Futebol Feminino. Além das duas seleções, Chile e Costa Rica completam o quadrangular, que terá todos os jogos realizados no Estádio Pacaembu, em São Paulo.