Madrid, a nova capital mundial do futebol

Madrid, a nova capital mundial do futebol
Por Fábio Muñoz

Nem Londres, nem Manchester. A atual capital do futebol no mundo é Madrid. Com cinco times na primeira divisão do campeonato espanhol, a cidade tem se consolidado como o melhor destino para quem ama e consome futebol.

Não importa o seu tipo de torcedor, a cidade oferece opções para todos os gostos e bolsos. Desde o luxo das partidas no Bernabéu, com a presença dos melhores jogadores do mundo em campo, transitando pelo esforçado Atlético de Madrid na sua nova casa, até experiências mais raízes, como o bairrista Rayo Vallecano ou os interioranos Getafe e Leganés, em uma experiência local e familiar. Isso se considerarmos toda a comunidade autônoma de Madrid.

Os campos de futebol de Real, Atlético e Rayo Vallecano, traçam uma diagonal que atravessa a cidade praticamente de norte a sul: desde o coração de Chamartín – onde se ergue o estádio Santiago Bernabéu –, passando pelo Wanda Metropolitano – no distrito de San Blas-Canillejas–, até ao mais modesto Estádio de Vallecas no distrito operário madrileno do mesmo nome. Não podemos esquecer também o histórico Vicente Calderon, que apesar da mudança do Atlético de Madrid, segue em pé em uma das zonas mais nobres da cidade.

É claro que o maior atrativo ainda é o Real Madrid e suas 13 Champions League, que disputam com as obras de Picasso e Velasquez a atenção dos turistas que crescem a cada ano. Guernica ou Bernabéu? O museu do Real Madrid é o terceiro mais visitado de Madrid, perdendo somente para o Prado e Reina Sophia. Em termos financeiros, porém, o do Real é o que mais arrecada, chegando a mais de 14 milhões de euros por ano. O tour pelo estádio recebeu mais de meio milhão de turistas ano passado, dos quais 55% são estrangeiros.

Mas não é só o Santiago Bernabéu que atrai os visitantes. Recentemente, o Atlético de Madrid inaugurou sua nova casa. Apesar de estar mais afastado do centro, o Wanda Metropolitano conta com a estrutura de uma moderna arena e a facilidade do metrô na porta do estádio, atributos que o tornaram o principal palco de grandes eventos, esportivos ou não. No ano passado o estádio sediou a final da Europa League e este ano irá receber nada menos que a final da Champions League. Evento que impulsionará ainda mais o número de visitantes em busca de experiências futebolísticas inesquecíveis na capital espanhola.

A paixão pelo futebol da comunidade madrilenha transborda para seus pontos turísticos, transformando a Plaza Cibelles e a estátua Neptuno, em um mar de torcedores madridistas e colchoneros para celebrar suas conquistas. Madrid carrega 13 Champions League e 5 Europa League, sem mencionar os incontáveis títulos de Liga espanhola. Uma cidade que ainda conta com a presença de dois gigantescos clássicos mundiais: Real x Barça e o derby Real x Atlético. Porém, atualmente, não são só os campeonatos europeus que vêm atraindo atenções à cidade.

Recentemente o polêmico clássico argentino River x Boca pela final da Copa Libertadores da América 2018, teve sua sede na capital espanhola. Os olhos de todo continente sul-americano se voltaram a Madrid, que recebeu visitantes argentinos em peso, sem contar com a audiência de todo continente.

A bola vem assumindo papel de protagonista no cenário econômico de muitas cidades, sobretudo na Europa. Se analisarmos a quantidade de ofertas de atividades de lazer ligados ao turismo esportivo, a cidade de Madrid supera muitas outras que antes eram vistas como referência no assunto. Aos que amam o futebol e tudo que gira em torno dessa paixão, Madrid é sua parada obrigatória, entre cañas, croquetas e tortillas, o aroma do verde de um campo de futebol se mistura a todos os outros que fazem parte da cultura espanhola.

Madrid não é mais um destino só para turistas amantes do futebol, ano a ano, a cidade vem se consolidando como uma referência para as pessoas que buscam estudar e especializar-se na área esportiva. O Real Madrid e a La Liga, possuem suas próprias universidades, atraindo alunos do mundo inteiro com uma oferta educacional ampla em uma cidade que respira futebol.