Gigantes de Milão próximos do 'novo San Siro'

O futebol italiano pode estar prestes a ver uma grande mudança naquela que é uma das grandes casas do futebol no país.

Em entrevista para o jornal La Gazzetta dello Sport, Alessandro Antonello, diretor da Inter de Milão, confirmou que, em acordo com o Milan, nascerá o ‘novo San Siro’.

Oficialmente chamado de Giuseppe Meazza – mas popularmente conhecido como San Siro -, o estádio foi inaugurado em 1926 e é casa dos gigantes italianos desde 1947.

Agora, os gigantes de Milão planejam demolir o templo do futebol em Milão para construir um novo estádio.

“Inter e Milan estão trabalhando juntos. É o momento indicado para seguir em frente. Anunciaremos a decisão em breve. Milão precisa de um estádio digno de uma das melhores cidades da Europa”, disse Antonello.

Os clubes discutiram a opção de reformar o San Siro, mas decidiram que a reconstrução total é a melhor opção.

A ideia é construir um estádio menor, reduzindo dos 80 mil atuais para 60 mil lugares. A obra total deve custar cerca de 600 milhões de euros (R$ 2,65 bilhões na cotação atual), e o valor deverá dividido igualmente entre Inter e Milan.

Com o acordo próximo de ser anunciado, a expectativa é de que as obras sejam terminadas em até quatro anos: ou seja, o ‘novo San Siro’ ficaria pronto para a temporada 2023-24.

Com o novo estádio, também virá um novo nome. Inter e Milan devem seguir a linha da Juventus – que fechou acordo para seu novo estádio se chamar Allianz Stadium – e vender os naming rights da casa. Estima-se que a parceria possa render cerca de 25 milhões de euros anuais (R$ 110 mi).

Matéria da ESPN.