Fortaleza é primeiro clube a ter site de apostas na camisa

Fortaleza é primeiro clube a ter site de apostas na camisa

O Fortaleza se tornou o primeiro clube do Brasil a fechar um patrocínio com um site de apostas desde que o governo promulgou a lei que permite a atuação desse tipo de empresa no país, ainda no ano passado. Mesmo ainda sem ter a regulamentação do jogo no Brasil, o clube cearense firmou uma parceria de um ano com o site NetBet, que estará com a marca na barra da camisa.

“O Fortaleza sempre foi bom de aposta”, brincou o clube no vídeo publicado em suas redes sociais para divulgar o acordo.

O Fortaleza usou imagens de jogadores que eram “apostas” quando foram contratados e que deram certo no clube. A parceria, que estreou na última segunda-feira (28) no empate contra o CSA, pela Copa do Nordeste, deverá ser marcada por diversas ações de ativação de marca.

Antes do jogo, o perfil da NetBet no Instagram realizou uma promoção em que as dez primeiras pessoas que acertassem o placar da partida, seguissem tanto a empresa quanto o Fortaleza e marcassem três amigos para participar da ação, ganhariam uma camisa oficial do clube. O post foi o que gerou o maior engajamento do perfil da marca até o momento, com mais de 300 comentários e 800 curtidas.

De acordo com a NetBet, diversas ações serão promovidas neste início de ano relacionando o Fortaleza e a Copa do Nordeste. A entrada da empresa no Brasil repete a estratégia adotada em outros países, como França e Inglaterra. A marca tem como perfil investir em clubes que são de médio porte. Na Inglaterra, fechou com o West Bromwich Albion. Na França, com o Saint-Étienne. Assim como o Fortaleza, esses são clubes tradicionais que disputam a principal divisão nacional, têm uma torcida relativamente grande e uma história longa no futebol.

Originária de Malta, na Europa, a NetBet ganhou notoriedade na Inglaterra em 2013, após pagar US$ 4 milhões a um jogador que apostou US$ 16. Desde então, a empresa tem utilizado o futebol para crescer nos países em que atua.

A última vez que uma marca de apostas entrou na camisa de um time no Brasil foi em 2016, com a Winner estampada no ombro do uniforme do Corinthians. Na ocasião, porém, a parceria não foi para frente, já que o mercado de apostas on-line não havia sido regulamentado pelo governo. No final do ano passado, o ex-presidente Michel Temer sancionou lei permitindo os jogos de azar no Brasil. O projeto ainda não teve regulamentação, mas deve fazer com que sites de apostas comecem a investir no patrocínio a times. O NetBet foi o primeiro a fazê-lo.

Fonte: Máquina do Esporte