Flamengo faz parceria com a Physimax para criar o "jogador de futebol ideal"

Flamengo faz parceria com a Physimax para criar o "jogador de futebol ideal"

Pote?ncia do futebol brasileiro, ?CR Flamengo?, assina um acordo com a empresa israelense ?Physimax? para utilizar o sistema que fornece Snapshots musculoesquele?ticos para os atletas, para ajuda?-los a melhorar o desempenho e evitar leso?es?.

A parceria com a Physimax, a primeira do ge?nero na Ame?rica do Sul, faz parte do objetivo estrate?gico do clube de criar o jogador de futebol “ideal” usando tecnologia inovadora na ana?lise de padro?es de movimento. O CR Flamengo utiliza a tecnologia Physimax para obter introspecc?o?es de Snapshots musculoesquele?ticos na?o apenas para os jogadores da equipe principal, mas tambe?m para as perspectivas de elite da academia do clube e para acompanha?-los ao longo do tempo a? medida que se tornarem profissionais.

O Physimax, que tem sido usado com sucesso por atletas de elite na? NBA?, no Exe?rcito dos EUA e nos principais programas esportivos da ?NCAA D-1?(?mais alto ni?vel de atletismo intercolegial?), demonstrando impacto nas avaliac?a?o e despesas com ferimentos, e? agora usado pela primeira vez na Ame?rica do Sul.

“Estamos empolgados para entrar no mercado sul-americano com o CR Flamengo, um dos lenda?rios clubes de futebol do Brasil”, disse o diretor-presidente da Physimax, Ram Shalev. “Compartilhamos uma visa?o de empoderar os atletas para melhorar o desempenho e evitar leso?es. A tecnologia Physimax, ja? com impacto comprovado em esportes profissionais e universita?rios, e? um passo importante para atingir essa meta.”

Physimax e? um pioneiro dessa tecnologia fornecendo aos atletas apaixonados os Snapshots musculoesquele?ticos objetivo e comparativo, com pontuac?a?o individualizada e programa de treinamento funcional. Ao analisar sua mobilidade, estabilidade, forc?a e te?cnica usando ana?lise de vi?deo sem marcador em tempo real para melhorar o desempenho. A Physimax atende clubes esportivos, universidades, organizac?o?es de alto desempenho e as forc?as armadas dos EUA.

Fonte: MarketWatch