Clube de futebol brasileiro Avaí lançará Criptomoeda

Clube de futebol brasileiro Avaí lançará Criptomoeda

Poucos dias depois do gigante do futebol francês ?Paris Saint-Germain (PSG) anunciar sua própria criptomoeda, com uma oferta inicial de moedas (ICO), o ?Avaí Futebol Clube? do Brasil apresentou um plano similar.

Anunciado na quarta-feira, o Avaí FC fez uma parceria com o ?SportyCo?, um ecossistema de investimentos esportivos baseado em blockchain, e a ?Blackbridge Sports?, plataforma de investimentos em futebol, para levantar fundos em todo o mundo através da OIC, com o objetivo de levantar US $ 20 milhões.

De acordo com o comunicado oficial, a moeda, apelidada de Avaí FC Token, está disponível para venda em outubro, com o ICO terminando no início de novembro. Os fãs de futebol podem fazer parte deste projeto, que visa colmatar o fosso entre a nova indústria de fintech e os esportes usando a tecnologia blockchain, acrescentou o comunicado.

O presidente do Avaí, Francisco José Battistotti, destacou que a OIC ajudaria o clube de futebol a ampliar a base mundial de torcedores de futebol. Com essa visão, ele disse que o Avaí seria um membro estável do Campeonato Brasileiro da Série A e alcançaria a Copa Libertadores. Ele adicionou:

“Estamos muito felizes em fazer isso em parceria com a SportyCo por ter sido a primeira empresa esportiva a fazer uma oferta inicial de dinheiro, abrindo caminho para que outros clubes do mundo todo financiem suas atividades esportivas dessa nova maneira.”

O Avaí FC receberá tecnologia blockchain de seus parceiros oficiais SportyCo e Blackbridge Sports. Cada ficha terá um preço de US $ 1 com o período de venda com duração de um mês, afirmou um relatório. O token (Os Tokens podem armazenar níveis complexos e multifacetados de valor e têm dentro deles determinados programas que os tornam multifuncionais) será listado em várias trocas de criptomoedas, facilitando a troca entre fãs.

De acordo com o clube, se o valor comercial do token cair, ele “sempre fornecerá uma valiosa experiência ou serviço para os detentores de tokens que desejarem participar”. Se os tokens vendidos não excederem o limite de US $ 8 milhões, os fundos serão devolvidos aos compradores, e, se os tokens vendidos atingirem mais de US $ 8 milhões e menos a meta de US $ 20 milhões, o restante dos tokens não estará disponível para venda, acrescentou o relatório.

“O dinheiro arrecadado com o crowdsale vai direto para a infraestrutura do clube, que permanecerá no clube para sempre”, disse Marko Filej, co-fundador da SportyCo.

Ele ainda disse:

“Com essa oferta inicial de dinheiro, estamos abrindo um novo capítulo no futebol e na indústria esportiva em geral.”

O evento de lançamento que aconteceu no Auditório do Estádio Ressacada, no Brasil, contou com a presença do Presidente Francisco José Battistotti e membros do conselho e conselhos do clube, representantes da Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain e outros convidados.