Amazon detém direitos de imagem da Premier League em acordo histórico

A Amazon garantiu um dos dois pacotes restantes de direitos domésticos da Premier League. A licitação corresponde a venda para as três temporadas de 2019/20 a 2021/22.

O gigante norte-americano de tecnologia garantiu o pacote F, oferecendo uma cobertura exclusiva no Reino Unido e na Irlanda de 20 jogos por temporada e um programa no meio da semana.

O outro pacote pendente, o pacote G, foi vendido para a operadora de TV por assinatura BT Sport por 90 milhões de libras, acrescentando mais 20 jogos a cada temporada aos 32 que já haviam sido fechados em fevereiro.

Veja o vídeo:

A Premier League esperava que o interesse da Amazon provocasse uma guerra de lances no leilão de fevereiro, mas foi forçada a aceitar um acordo de £4,464 bilhões com a Sky e a BT para cinco dos sete pacotes.

O acréscimo do pacote G ao portfólio da BT leva seu total de gastos com direitos a £975 milhões ao longo dos três anos e o total de ganhos inesperados da Premier League de suas duas maiores emissoras domésticas para £4,554 bilhões.

“A Sky e a BT são parceiras consagradas da Premier League e oferecem cobertura de primeira linha da competição por meio de transmissões ao vivo e programação abrangente”, disse o presidente da Premier League, Richard Scudamore. “Parabenizamos a Amazon como um novo parceiro e sabemos que a Prime Video fornecerá um serviço excelente em que os fãs podem consumir a Premier League”.

O acordo com a Amazon para exibir a Premier League pela primeira vez significa que os fãs terão que assinar até três serviços diferentes se quiserem ter acesso a transmissões ao vivo de todos os jogos.

Fonte: Soccerex