A estratégia do Red Bull Bragantino para 2020

A estratégia do Red Bull Bragantino para 2020

O RB Bragantino está consolidado no G4 da Série B. Faltando oito rodadas, são 12 pontos de vantagem em relação ao quarto colocado América-MG. Com isso, os gestores do clube já começaram o planejamento da temporada 2020, quando o clube deve jogar a Série A do Campeonato Brasileiro. O orçamento da instituição será de aproximadamente R$ 200 milhões, e com as contratações certas, pode surpreender na primeira divisão nacional.

Assim como os outros clubes da Red Bull espalhados pelo mundo, haverá uma política para a chegada de atletas. O projeto buscará atletas com idade entre 20 e 25 anos, que possam evoluir seu futebol e gerar uma boa negociação futura aos cofres do Bragantino. A última janela de transferências mostra que o modelo pode funcionar. O Red Bull Salzburg, franquia austríaca do grupo vendeu o meio-campista Xaver Schlager, de 21 anos, para o Wolfsburg por 15 milhões de euros, e o atacante Munas Dabbur, 27 anos, ao Sevilla por 17 milhões, para ficar apenas com as vendas mais caras.

Mesmo no início da parceria, já é possível perceber que a ideia está sendo seguida em Bragança. Em torno de 50% do elenco atual do RB Bragantino estão na faixa etária considerada ideal para os dirigentes do clube. O trabalho é comandado pelo CEO Thiago Scuro, profissional com passagem pelo Cruzeiro. Segundo reportagem do UOL Esportes, ele possui total autonomia para comandar o projeto, sem precisar seguir o modelo adotado pelos clubes europeus. Ainda assim, mantem a convicção que esta forma de gerir o departamento de futebol é a correta para um clube com a estrutura do Bragantino.

Fonte: UOL Esportes.